Linha de pesquisa evidencia fatores causais, desregulação emocional e cognitiva.

O Ambulatório do Impulso Sexual Excessivo e de Prevenção aos Desfechos Negativos Associados ao Comportamento Sexual – AISEP do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP, coordenado pelo Prof. Marco Scanavino, desde 2010 investiga os principais sintomas e prejuízos na saúde decorrentes do comportamento sexual compulsivo, com a finalidade de desenvolver tratamentos e prevenção baseados em evidências. O comportamento sexual compulsivo se define pela manifestação de um ato excessivo devido a falha no controle de impulsos sexuais intensos e repetitivos que resultam num deslocamento das prioridades do dia a dia em favor da obtenção de satisfação sexual, mesmo que o indivíduo se esforce para controlar, não obtém sucesso e o problema continua, resultando em sérias consequências em áreas importantes da vida, dentre elas a transmissão de infecções sexualmente transmissíveis e a perda de relacionamentos.

O AISEP validou para uso no Brasil escalas de referência para investigação do comportamento sexual compulsivo, dando oportunidade para que diversos centros brasileiros comecem a investigar o problema no seu meio. Além disso, desenvolveu diversos estudos já publicados (vide referências). Dentre os principais achados, se salientam:

  • 60% dos indivíduos sofreram abuso sexual na infância.
  • Os indivíduos com comportamento sexual compulsivo apresentam elevada prevalência de ansiedade, depressão e risco de suicídio.
  • A ocorrência de abuso sexual aumenta a intensidade de ansiedade e depressão.
  • Os níveis de ansiedade e depressão favorecem a prática sexual sem proteção.
  • Características de personalidade relacionadas a não valorizar em primeiro lugar a própria integridade física e psicológica se correlacionam a maior frequência de prática sexual sem proteção.
  • Quando estão estimulados sexualmente, os indivíduos com comportamento sexual compulsivo apresentavam pior rendimento intelectual do que os indivíduos que não apresentam este comportamento.
  • Resultados preliminares indicam melhora do quadro em pacientes que se submeteram ao tratamento com uso de medicamentos e psicoterapia.

Os cuidados e tratamento para os indivíduos com comportamento sexual compulsivo apresentam como potenciais benefícios a prevenção e redução de infecções sexualmente transmissíveis (incluindo o HIV), envolvimento em situações de risco financeiro e legal relacionadas ao comportamento sexual, dificuldades no trabalho, prejuízo emocional aos parceiros e famílias e melhoria da qualidade de vida.

Dr. Marco de Tubino Scanavino, Professor do Departamento, Médico assistente do Hospital Dia, Coordenador do Ambulatório do Impulso Sexual Excessivo e de Prevenção aos Desfechos Negativos Associados ao Comportamento Sexual – AISEP,  e-mail: scanavino@gmail.com

Referências:

Scanavino, et al. (2016). Sexual compulsivity scale, …Archives of sexual behavior, 45(1), 207-217. Link: https://link.springer.com/article/10.1007/s10508-014-0356-5

Messina, B., Fuentes, D., Tavares, H., Abdo, C. H., & Scanavino, M. D. T. (2017). Executive functioning of sexually compulsive and non-sexually compulsive men before and after watching an erotic video. The journal of sexual medicine, 14(3), 347-354. Link: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1743609516311213

dos Reis, S. C., & de Tubino Scanavino, M. (2017). Child and Adolescence Sexual Abuse and Compulsive Sexual Behavior. The Journal of Sexual Medicine, 14(5), e325-e326. Link: http://www.observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/26740

Scanavino, M. D., Ventuneac, A., Abdo, C. H., Tavares, H., Amaral, M. L., Messina, B., … & Parsons, J. T. (2018). Sexual compulsivity, anxiety, depression, and sexual risk behavior among treatment-seeking men in São Paulo, Brazil. Brazilian Journal of Psychiatry, 40(4), 424-431. Link: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-44462018005005110&script=sci_arttext

Scanavino, M.D.T. Group Psychotherapy, Medication or Both: Treatments for Sexually Compulsive Men. 2017 APA Annual Meeting May 20-24, 2017 San Diego, California, USA. (trabalho apresentado)

do Amaral, M. L. S., Abdo, C. H., Tavares, H., & de Tubino Scanavino, M. (2015). Personality among sexually compulsive men who practice intentional unsafe sex in Sao Paulo, Brazil. The journal of sexual medicine12(2), 557-566. Link:https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1743609515309280