Crianças e adolescentes com problemas emocionais ou comportamentais podem enfrentar ainda mais dificuldades para lidar com o estresse gerado pela pandemia e para permanecer em casa durante o distanciamento social.

Pensando nisso, o Serviço e Disciplina de Psiquiatria da Infância e Adolescência do Instituto e Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo elaborou orientações para pais de crianças e adolescentes com problemas emocionais e comportamentais no contexto da pandemia COVID-19.

As orientações iniciais Adaptando-se à realidade atual valem para todas as famílias, já que todos apresentamos algum tipo de reação frente a situações de estresse. Após essas orientações, você encontrará orientações específicas para crianças e adolescentes que apresentam comportamentos de Estresse agudo, Ansiedade, Fobia escolar e social, Pensamentos obsessivos e rituais, Depressão, Hiperatividade e desatenção, Oposição, Autismo e Violência intrafamiliar.