Home -> Hospital -> Avaliação e Seguimento de Adolescentes e Adultos Jovens em São Paulo (Projeto ASAS)

Avaliação e Seguimento de Adolescentes e Adultos Jovens em São Paulo (Projeto ASAS)

A adolescência e o início da idade adulta são períodos de grandes mudanças físicas e psicológicas. São também períodos de risco para o desenvolvimento de alguns distúrbios mentais graves. Esses distúrbios mentais, denominados psicoses, podem começar gradualmente, de modo que as pessoas demoram a reconhecer que seu parente ou amigo está adoecendo.

A pessoa pode experimentar sensações pouco comuns, ficar preocupada, com idéias estranhas, distanciar-se da família e amigos, terem uma queda no rendimento escolar ou do trabalho, ou dificuldade para lidar com as atividades do dia-a-dia. Todas essas distorções na maneira de ver o mundo podem causar confusão e sofrimento. Essas manifestações podem indicar que a pessoa corre o risco de desenvolver uma psicose.

Estas mudanças podem ocorrer por muitas razões. Podem estar relacionadas ao uso de álcool e drogas, a doenças ou ser uma adaptação a novas situações de vida. Estas mudanças também podem ser o início de uma psicose, quando a pessoa fica “fora da realidade”, sem distinguir o real do imaginário.

Os amigos e familiares podem tentar ajudar, mas talvez não consigam, porque é difícil entender o que são essas experiências. Essas pessoas precisam de ajuda especializada. No ASAS podemos lhe dar informações e apoio
para essas situações.

Para quem é o ASAS?

Adolescentes e adultos com idade entre 14 e 30 anos que experimentaram por pelo menos duas semanas consecutivas as seguintes manifestações:

• Mudança do comportamento habitual.
• Pensamento confuso ou atrapalhado ou sem nexo.
• Sensação de que coisas ou pessoas parecem estranhas ou irreais.
• Comportamentos esquisitos ou sem sentido.
• Experiências incomuns como ver coisas ou ouvir vozes que não existem.
• Isolamento da família e/ou amigos.
• Dificuldades na escolar e/ou no trabalho.
• Falta de motivação, isolamento, desânimo.
• Dificuldade de concentração e atenção.

Objetivos do ASAS

O ASAS é um projeto de pesquisa do Instituto de Psiquiatria do Hospital das clínicas da Faculdade de Medicina da USP que oferece acompanhamento e apoio para pessoas com risco de desenvolver psicoses.

Equipe do ASAS

Nossa equipe é formada por profissionais do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Cínicas.

Paula A. Martins – Psicóloga

Pedro Gordon – Médico Psiquiatra

Priscila D. Gonçalves – Psicóloga

Dra. Silvia Arcuri – Médica Psiquiatra

Coordenação do Projeto:
Prof. Dr. Mario R. Louzã.

O que o ASAS oferece?

• Cuidadosa e detalhada avaliação médica e psicossocial sobre o que estas pessoas estão sentindo.
• Oportunidade de conversar com um profissional da saúde mental e trazer algum sentido para as experiências incomuns destas pessoas.
• Informações sobre experiências psíquicas incomuns e formas de lidar com elas.
• Informações sobre psicoses.
• Apoio para que as pessoas voltem a suas atividades, escolares ou de trabalho.

Como faço para entrar em contato com o Projeto ASAS?


Você pode entrar em contato no telefone 3083-2655 ou se preferir mande um email para: asas.sp@terra.com.br

FAQ - Perguntas Freqüentes sobre o Atendimento no Projeto ASAS?

Quem pode receber o tratamento do Projeto ASAS?


R: Adolescentes e adultos (entre 14 e 30 anos de idade) que experimentaram por pelo menos duas semanas consecutivas os sintomas como alterações do comportamento habitual, perda do rendimento escolar ou ocupacional, sensações estranhas.

Tenho mais de 30 anos posso fazer tratamento no Projeto ASAS?

R: Infelizmente não. Nosso atendimento esta voltado para adolescentes e jovens adultos com idade entre 14 e 30 anos.

Já tenho diagnostico de esquizofrenia, posso ser tratado pelo Projeto ASAS?

R: Não. O nosso atendimento tem como objetivo a detecção precoce, desta maneira, o tipo de atendimento segue uma estratégia diferenciada.

Moro em outro estado, posso ser atendido pelo Projeto ASAS?

R: Este projeto atende pessoas que residam apenas em São Paulo - Capital.

A pessoa que faz uso de Drogas (substâncias químicas), pode obter atendimento pelo Projeto ASAS?

R: Depende, neste caso a pessoa terá que entrar em contato e fazer uma triagem para
avaliarmos o caso.

O atendimento é pelo SUS?

R: Sim, o atendimento é através do Sistema Único de Saúde.

Por quanto tempo ficarei em tratamento?

R: O projeto ASAS é um seguimento que tem proposta para que a pessoa seja acompanhada por dois anos. Depois será encaminhada para outros equipamentos de saúde.