O coordenador de Psicologia e Neuropsicologia do IPq, Antonio de Pádua Serafim, comenta a metodologia para avaliação clínica solicitada nos casos envolvendo processos destinados a atestar a real condição de indivíduos considerados com distúrbios mentais, como a avaliação de idosos na elaboração de testamentos em matéria no Jornal da USP. Confira a matéria completa:

https://jornal.usp.br/atualidades/implantacao-de-avaliacao-neuropsicologica-auxilia-poder-judiciario-a-tomar-decisoes/