Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Estudo inédito do IPq usa inteligência artificial para identificar risco de transtornos mentais graves em pessoas jovens 

O Laboratório de Neurociências do IPq – Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP, iniciou estudo inédito que usa algoritmos de inteligência artificial, com o objetivo de identificar o risco de desenvolvimento de transtornos mentais graves, esquizofrenia, depressão e ansiedade, em indivíduos jovens (18 a 35 anos).

“Em um ambiente preparado e equipado com câmeras – de celular mesmo -, estimulamos o paciente a falar sobre sua infância, relação com seus pais, relatos de sonhos, reações a imagens de crianças, animais e sobremesas saborosas, entre outras. Todas as suas expressões fisionômicas, reações e manifestações são gravadas e processadas pelo software, possibilitando análises de linguagem verbal e não-verbal”, explica o psiquiatra Alexandre Loch, coordenador do estudo.

Previamente ao início desse estudo, o pesquisador realizou uma pesquisa piloto com vídeos de 66 adultos jovens da cidade de São Paulo. Um algoritmo de inteligência artificial analisou as imagens e pôde determinar com exatidão de 80% quem estava em risco de desenvolver uma doença mental grave no futuro.  

Essa tecnologia poderá ajudar na detecção precoce de transtornos mentais, possibilitando a prevenção e tratamentos mais eficazes. O projeto é uma parceria com a  Wellcome Trust, instituição inglesa de fomento à pesquisa. 

Abaixo, o psiquiatra Alexandre Loch demonstra algumas das imagens geradas pelo software e analisadas pelo algoritmo:

Voluntários normais – homens e mulheres, de 18 a 35 anos, sem sintomas psiquiátricos, que tenham apresentado experiências incomuns em algum momento da vida (como ouvir barulhos e/ou vozes fora de contextos, ter a impressão de ver vultos, etc.), para participar de estudo que vai testar o uso de inteligência artificial para identificar risco de transtornos mentais graves em pessoas jovens. Informações e inscrições pelo e-mail: alexandre.loch@hc.fm.usp.br