Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Eletroencefalograma (EEG)

O Instituto de Psiquiatria dispõe de moderno e avançado Serviço de Eletroencefalografia (EEG), proporcionando a seus pacientes, inclusive de convênios e particulares, a facilidade e praticidade de realizar esse exame no próprio IPq, com a mesma qualidade e excelência dos demais serviços oferecidos.

Primeira instituição psiquiátrica do Brasil a receber o selo de Acreditação Pleno da ONA, o IPq tem a chancela do Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP.

Diferenciais exclusivos

• Corpo clínico e equipe multiprofissional altamente qualificados.
• Mais de 60 anos de experiência.
• Quartos individuais e infraestrutura completa.
• Equipamentos modernos e precisos.
• Disponível para pessoas de todas as idades, inclusive bebês.

O que é EEG

O eletroencefalograma – EEG, é um exame de monitoramento não invasivo que registra a atividade elétrica cerebral, captada por meio de eletrodos fixados no couro cabeludo.

Seu objetivo é detectar alterações que possam colaborar para o diagnóstico de transtornos neurológicos, tais como:

• Diagnóstico de epilepsia
• Análise de alterações do nível de consciência de causa não definida
• Verificação de algumas doenças degenerativas
• Investigação de bases orgânicas dos transtornos psiquiátricos

No IPq, além do EEG clínico tradicional, são realizados o EEG prolongado e o EEG com sedação, aumentando a sensibilidade  do método.

Como é realizado o exame

O EEG é um exame simples, indolor e sem contraindicações.

O primeiro passo é a colocação de eletrodos no couro cabeludo, fixados com uma pasta condutora que também tem a função de facilitar a captação dos sinais elétricos cerebrais.

O registro da atividade cerebral pode ser feito durante a vigília, ou seja, com o paciente acordado, ou durante a sonolência e o sono.

O exame pode incluir também provas de ativação, onde o paciente realiza hiperventilação e é submetido a fotoestimulação  (lâmpada que produz flashes), aumentando assim a sensibilidade do método diagnóstico.

Tem duração de 40 a 120 minutos e não requer preparos extras além de estar com os cabelos limpos e secos.

Videoeletroencefalograma (VEEG)

O Instituto de Psiquiatria dispõe de moderna e avançada Unidade de Videoeletroencefalografia – VEEG, proporcionando a seus pacientes, inclusive de convênios e particulares, a facilidade e praticidade de realizar esse exame no próprio IPq, com a mesma qualidade e excelência dos demais serviços oferecidos.

Primeira instituição psiquiátrica do Brasil a receber o selo de Acreditação Pleno da ONA, o IPq tem a chancela do Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP.

Diferenciais exclusivos

A Unidade de Videoeletroencefalografia – VEEG do IPq é referência nacional para o diagnóstico de crises não epilépticas psicogênicas, bem como de casos psiquiátricos complexos com interface neurológica, tais como epilepsia, traumatismo crânioencefálico, acidente vascular cerebral e doenças neurodegenerativas.

• Sua infraestrutura alia tecnologia, conforto e modernidade em quartos individuais e específicos para adultos e crianças, equipados e monitorados 24 horas.
• Corpo clínico e equipe multiprofissional altamente qualificados.
• Assistência integral a pacientes de todas as idades, inclusive bebês.

Indicações

• Diagnóstico diferencial entre crises conversivas/dissociativas e crises epilépticas
• Diagnóstico diferencial de transtornos somatoformes e factícios
• Avaliação pré-cirúrgica para cirurgia de epilepsia
• Avalição para implante de estimulador vagal
• Diagnóstico de epilepsia e síndromes epilépticas de difícil controle
• Diagnóstico de transtornos mentais associados à epilepsia

O que é VEEG

O videoeletroencefalograma é a associação do tradicional eletroencefalograma a um monitoramento em vídeo de forma simultânea e prolongada, possibilitando análise detalhada da atividade elétrica cerebral e do comportamento do paciente durante as crises.

A combinação desses registros permite diagnóstico mais exato das diferentes síndromes epilépticas, bem como das crises.

A realização do exame requer internação que pode variar de um a sete dias, conforme a gravidade e complexidade.

As imagens em tempo real do paciente e os sinais elétricos de sua atividade cerebral são transmitidas para um dos computadores da central de monitoramento da Unidade.

Foto: Evandro Monteiro

Polissonografia e Medicina do Sono

O Instituto de Psiquiatria dispõe de moderno e avançado Laboratório do Sono, responsável pela realização de exames de polissonografia, proporcionando a seus pacientes, inclusive de convênios e particulares, a facilidade e praticidade de realizar esse procedimento no próprio IPq, com a mesma qualidade e excelência dos demais serviços oferecidos.

Primeira instituição psiquiátrica do Brasil a receber o selo de Acreditação Pleno da ONA, o IPq tem a chancela do Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP.

Diferenciais exclusivos

• Centro de referência em tratamento e estudos dos transtornos do sono.
• Corpo clínico e equipe multiprofissional altamente qualificados.
• Padrão ouro em polissonografia.
• Equipamentos modernos e precisos.
• Três quartos equipados e preparados para assistir aos pacientes com conforto e segurança.

O que é polissonografia

Polissonografia é um exame que produz um registro completo de diferentes parâmetros do sono, monitorando a atividade elétrica cerebral, respiração, movimentos oculares, oxigenação sanguínea e batimentos cardíacos, entre outros.

É indicado principalmente para diagnóstico de distúrbios respiratórios do sono, suspeita de apneia obstrutiva do sono e comportamento anormal durante o sono.

Possibilita também o diagnóstico diferencial de transtornos como crises epilépticas, sonambulismo e narcolepsia.

É realizado no Laboratório do Sono, durante o período noturno. O paciente passa a noite em um quarto confortável, equipado para monitorar as variáveis fisiológicas durante o sono, com gravação em áudio e vídeo.

Como é realizado o exame

São fixados sensores (eletrodos) em pontos específicos na cabeça e no corpo do paciente, de forma que permita movimentar-se enquanto dorme, sem atrapalhar o exame.

Durante toda a noite um profissional técnico acompanhará, a partir de outra sala, o registro polissonográfico, intervindo quando necessário. Na manhã seguinte, encerra-se o registro e os eletrodos são retirados.

Os dados serão analisados pela equipe médica do Laboratório do Sono, que emitirá um laudo a ser entregue ao paciente, para ser apresentado ao médico solicitante.

Foto: Evandro Monteiro

Ressonância magnética

O Instituto de Psiquiatria dispõe de moderno equipamento de Ressonância Magnética (RM), proporcionando a seus pacientes, inclusive de convênios e particulares, a facilidade e praticidade de realizar esse exame no próprio IPq, com a mesma qualidade e excelência dos demais serviços oferecidos.

Primeira instituição psiquiátrica do Brasil a receber o selo de Acreditação Pleno da ONA, o IPq tem a chancela do Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP.

Diferenciais exclusivos

• Corpo clínico e equipe multiprofissional altamente qualificados.
• Magneto com abertura interna de 70 cm (mais largo que o convencional, de 60 cm) proporcionando menos claustrofobia.
A abertura maior também possibilita a realização de exames em pacientes obesos, sem limitações.
• Mesa com capacidade para pacientes de até 250 kg.
• Magneto ultracurto (125 cm) o que permite realizar vários tipos de exames com a cabeça fora do magneto.
• Adequado às necessidades do paciente neuropsiquiátrico

Exames disponíveis

CRÂNIO

• Angio arterial
• Angio venosa
• ATM
• Encéfalo
• Face
• Fluxo liquórico
• Hipófise
• Órbita
• Pares cranianos

COLUNA

• Cervical
• lombo-sacra
• Torácica
• Transição cérvico-torácica
• Transição tóraco-lombar

PESCOÇO

• Angio carótida e vertebrais
• Região cervical

Foto: Evandro Monteiro

Avaliações neuropsicológica e de personalidade

O Serviço de Psicologia e Neuropsicologia do Instituto de Psiquiatria é referência na realização de avaliações neuropsicológica e de personalidade, proporcionando a seus pacientes, inclusive de convênios e particulares, a facilidade e praticidade de realizar esses exames no próprio IPq, com a mesma qualidade e excelência dos demais serviços oferecidos.

Primeira instituição psiquiátrica do Brasil a receber o selo de Acreditação Pleno da ONA, o IPq tem a chancela do Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP.

Diferenciais exclusivos

• Psicólogos e neuropsicólogos altamente qualificados.
• Mais de 20 anos de experiência.
• Resultados de excelência, com agilidade e eficácia.

O que é avaliação neuropsicológica

Avaliação neuropsicológica é um procedimento que inclui entrevistas clínicas e uso de instrumentos neuropsicológicos (testes) para investigar as possíveis alterações cognitivas e comportamentais associadas às lesões ou disfunções cerebrais.

Tem duração de 4 a 8 sessões.

Funções avaliadas

• Atenção (concentrada, seletiva, alternada, e dividida por estímulos visuais e auditivos)
• Orientação (temporal e espacial)
• Memória (verbal, visual, episódica e semântica)
• Linguagem (fluência, compreensão, funções verbais)
• Percepção (visual, auditiva, tátil)
• Praxia (aspectos motores)
• Funções executivas (relativo a tomadas de decisões)
• Raciocínio (dedutivo, analítico, inferencial, matemático, abstrato, verbal)
• Inteligência

Foto: Evandro Monteiro

Indicações

A avaliação neuropsicológica é indicada para quadros neurológicos, psiquiátricos e neuropsiquiátricos:

• Doenças cerebrovasculares (acidente vascular cerebral)
• Traumatismos cranioencefálicos (TCE)
• Hidrocefalia
• Doença de Alzheimer
• Demências (vascular, Alzheimer, frontotemporal e pick)
• Doença de Parkinson
• Esclerose múltipla
• Epilepsias
• Depressão
• Esquizofrenia e outras psicoses
• Transtorno afetivo bipolar
• Dependência química
• Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)
• Outros

O que é avaliação de personalidade

O exame de personalidade tem como objetivo apurar as condições da estrutura do funcionamento psicológico de uma determinada pessoa.

Esta avaliação indicará o quanto essas características emocionais são consideradas “normais”, o quanto sugerem a presença de um transtorno da personalidade, a presença de um quadro de alteração do humor, de ansiedade
ou psicose.

Utiliza-se a entrevista clínica e os instrumentos psicológicos adequados a esta finalidade.

Duração de 3 a 5 sessões.

Indicações

A avaliação da personalidade pode se indicada quando há dúvidas quanto a:

• Transtorno da Personalidade
• Transtornos do Humor (depressão, transtorno bipolar)
• Quadros psicóticos
• Transtornos de ansiedade (pânico, fobias, ansiedade generalizada)
• Transtorno obsessivo-compulsivo
• Transtornos do impulso
• Outros